sábado, 23 de julho de 2016

Presídio Federal de Mossoró recebe detentos de alta periculosidade

O Presídio Federal de Mossoró (foto: Tribuna do Norte) é uma das três penitenciárias federais do país selecionadas para receber detentos do estado Rio de Janeiro considerados de alta periculosidade. A informação é do site G1 Brasil. A transferência ocorre exatamente duas semanas antes do início dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Segundo o portal, 17 presos, entre chefes de facções de criminosas e um miliciano, foram transferidos por volta das 13h do complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do RJ, para presídios fora do estado. 

Ainda de acordo com o site, os presos removidos são considerados alguns dos criminosos mais perigosos do Rio, que foram informados das transferências durante a madrugada, mas, sem saber quando aconteceria e nem para onde seria.

O G1 informou ainda que setenta homens do choque saíram do 14º BPM (Bangu), ao lado do complexo penitenciário, para buscar os presos; e que no total foram dezoito carros, dois deles com os detentos, além de dez batedores acompanhando a operação, realizada no final da manhã desta sexta.

Dos dezessete transferidos, dezesseis são considerados chefes de facções criminosas e um deles é um miliciano. Entre os presos está Edson Silva de Souza, conhecido como Orelha.Ele chefiava o tráfico nas comunidades de Nova Brasília e Fazendinha, no Complexo do Alemão. 

José Benemário de Araújo também está entre transferidos. Ele é apontado como o mandante de ataques à base da UPP Arará-Mandela e foi preso na cidade do Leste, no Paraguai.

Todos os outros quinze presos também são considerados de alto risco. A transferência faz parte do plano de segurança do estado para a Olimpíada. Investigadores descobriram que de dentro da cadeia, eles davam ordens para as quadrilhas do lado de fora.

Um avião da polícia federal fez a transferência dos criminosos para os presídios de Catanduvas no Paraná, Mossoró no Rio Grande do Norte e Porto Velho em Rondônia. Há exatamente um mês outros15 presos de Bangu já tinham sido transferidos para fora do estado.

Veja lista dos presos:
1-      Adilson Gomes da Hora Júnior. Vulgo: Nico
2-      Claudemir Silva Paixão. Vulgo: Negão da 12
3-      Cleverson de Souza Silva. Vulgo: Trek do Amor
4-      Edson Silva de Souza. Vulgo: Orelha
5-      Eduardo Luiz Paixão. Vulgo: Duda 2D
6-      José Benemário de Araújo. Vulgo: Benemário
7-      José Ricardo Couto da Silva. Vulgo: Ricardo Paiol
8-      Luiz Claudio Gomes. Vulgo: Pão com ovo
9-      Wallace Batista Soalheiro. Vulgo: Pixote
10-     Leonardo Marques da Silva. Vulgo: Sapinho
11-     Marcelo da Silva Leitão.
12-     Thiago de Souza Cheru. Vulgo: Dorei
13-     Anderson da Silva Verdan. Vulgo: Bamba, Bomba
14-     Thiago de Souza Aguiar. Vulgo: Irmão do miliciano Tony Angelo
15-     Bruno Maxwell dos Santos Affonso. Vulgo: Chapoca, Coto
16-     Carlos Vinicius Lirio da Silva. Vulgo: Cabeça, Cabeça do Sabão, Cabeção
17-     Wallace de Araújo Torres. Vulgo: Arão, CB

Fonte: Jornal De Fato.

2 comentários:

  1. Ah é ! queriam o que ? que recebessem pessoas santificadas é???
    !.

    ResponderExcluir
  2. Para formar mais alunos

    ResponderExcluir